A atividade do Colégio dos Cardeais em apoio ao Papa

Autores

  • Anna Sammassimo
  • Edvige Pucciarelli

DOI:

https://doi.org/10.31240/2595-1165.vol3n6a2020pp93-130

Palavras-chave:

cardeais, consistório, Cúria Romana, Sumo Pontífice, Igreja

Resumo

Tradicionalmente, o consistório é o local institucional onde a função colegiada é exercida pelos cardeais que cooperam com o Papa. O Código de Direito Canônico prevê dois tipos: o ordinário, ao qual são convocados todos os cardeais (ou pelo menos os presentes em Roma) para tratar de assuntos sérios (que muitas vezes são bastante frequentes) ou para praticar atos de grande solenidade, como, por exemplo, a criação de novos cardeais; e um extraordinário envolvendo indiscriminadamente todos os cardeais e ocorrendo quando a Igreja tem necessidades especiais ou questões sérias devem ser discutidas. Embora a função especificamente consultiva de um consistório ordinário já tenha desaparecido, os cardeais (e não esqueçamos que são uma instituição de direitos humanos extremamente antiga que remonta aos primeiros séculos d.C.) continuam hoje a cooperar com o Pontífice no governo a Igreja Universal, administrando individualmente os vários ofícios da Cúria Romana, e como um grupo lidando com quaisquer problemas particularmente importantes. Os recentes Papas confirmaram essa tradição com o regular recurso da faculdade consultiva dos cardeais, indo além dos esquemas jurídicos tradicionais.

Biografia do Autor

Anna Sammassimo

Phd in ecclesiastical Law, Assistant Professor in Canon and Ecclesiastical Law, Rota and Curia Romana lawyer.

Edvige Pucciarelli

Phd in English literature and language, and in Euro-American literatures.

Publicado

2021-06-22

Edição

Seção

Artigos